free responsive website generator software download

Nossos Cases

Nossos Cases

Em mais de 20 anos de experiência na área de planos e seguro saúde empresariais tivemos o prazer de solucionar inúmeros casos para os nossos clientes. Abaixo descrevemos três casos de pré venda e três de pós venda. Por razões éticas não informamos os nomes dos clientes e nem das operadoras envolvidas.

Pré Venda

 1 - Em Busca do Plano de Saúde Ideal

Uma empresa de prestação de serviços que estava iniciando as atividades possuia um orçamento relativamente baixo disponibilizado para o plano de saúde dos funcionários. No entanto como atuariam em nível nacional e precisariam atrair funcionários de empresas concorrentes, precisariam de uma operadora de qualidade.


Através de um trabalho minucioso de pesquisa e comparação chegamos a um bom termo, optando por uma operadora com um inquestionável nome no mercado, mas capaz de oferecer um padrão capilarizado nacionalmente um pouco mais enxuto que os seus padrões tradicionais, mas com uma rede de atendimento que preenchia as necessidades do cliente (como hospitais e laboratórios próximos ao local de moradia/trabalho dos funcionários) sem onerar o seu orçamento.

2- Trocar ou Não Trocar o Modelo do Plano de Saúde?

Uma grande empresa de economia mista nos procurou para fazermos um comparativo entre o modelo de autogestão que possuíam e os modelos de seguro saúde disponíveis no mercado.
Estudamos detalhadamente o plano do cliente em seus mais variados aspectos e comparamos com as opções do mercado, onde, juntamente com o cliente, concluímos que não valeria a pena o risco de se trocar o modelo em função da boa relaçao custo benefício com que o modelo de auto gestão operava

.
3- Mudar o Plano de Saúde Sem Estourar o Orçamento

Uma empresa possuia filiais em cinco estados do país, mas, por decisões anteriores, acabara adotando uma operadora para a matriz e uma outra para as filiais, o que lhe trazia problemas na gestão do benefício e desconforto com os funcionários que, dentro do mesmo nível hierárquico, possuiam planos de qualidades diferentes.
No entanto, o cliente tinha uma preocupaçao: não podia aumentar o custo disponibilizado. No entanto o que descobrimos é que o cliente estava pagando um custo muito alto pela qualidade do plano oferecido aos funcionários. Conclusão: oferecemos uma operadora com padrão de qualidade superior, com atendimento em nível nacional e ainda reduzimos em cerca de 8% o custo do cliente.

Pós Venda

 1- Quais as Causas da Sinistralidade?


 Um cliente estava tendo frequentes picos de sinistralidade (relação entre o que se paga e o que se gasta no plano de saúde empresarial) sem que houvesse algum caso crônico ou internação de longo prazo. Curiosamente, a utilização estava centrada nos titulares, que eram minoria na apólice.


Fizemos um levantamento criterioso das utilizações dos últimos 12 meses e descobrimos casos abusivos de consultas e exames e funcionários que eram admitidos com problemas de saúde.

Sugerimos à empresa que acionasse os responsáveis pelos exames admissionais e que contactasse os funcionários que faziam mal uso do plano, além de fazermos palestras para os usuários com o objetivo de conscientizá-los.

2- É Possível Reduzir o Custo em Função de Baixa Sinistralidade?

Sim, é possível, como o foi no caso de um de nossos maiores clientes, onde a sinistralidade se mantinha estabilizada na casa dos 70%.
Sugerimos uma campanha junto aos funcionários visando alertar-lhes para algumas situações que julgávamos perniciosas. Eles foram envolvidos pela idéia de que, baixando a sinistralidade, reduziríamos o custo da participação deles no plano de saúde, o quê, após quatro meses, foi alcançado. Com isso negociamos uma redução de 10% na fatura da empresa, gerando satisfação, tanto para a empresa quanto para os seus colaboradores

3- É Hora de Mudar o Plano de Saúde da Empresa?

Uma empresa nossa cliente tinha crescido muito desde que contratara um plano de saúde conosco e a configuração deste plano já não preenchia os requisitos de sua realidade atual.

No entanto eles gostavam muito da operadora e tinham receio de ter não ter a mesma qualidade de atendimento numa outra. 
Negociamos com a operadora a transferência da massa usuária para um produto mais atualizado com um pequeno reajuste de custo, bem inferior ao que seria no caso de uma tranferência para outra operadora.